Latest Entries »

Novinha

http://temdetududu.blogspot.com.br/2014/04/novinha-no-banheiro.html#links

Várias gostosas

467_1000 468_1000 466_1000 464_1000 463_1000 462_1000 461_1000 459_1000 458_1000 449_1000 450_1000 451_1000 452_1000 453_1000 454_1000 455_1000 456_1000 457_1000 448_1000 447_1000 446_1000 445_1000 443_1000 442_1000 440_1000 441_1000 439_1000 428_1000 429_1000 430_1000 431_1000 432_1000 433_1000 434_1000 435_1000 436_1000 427_1000 426_1000 425_1000 424_1000 422_1000Várias gostosas

FOTOS AMADORAS

FOTOS AMADORAS

177_1000 247_1000 248_1000 332_1000 333_1000 (1) 333_1000 334_1000 335_1000 336_1000 429_1000 (1) 448_1000 453_1000 456_1000 458_1000 459_1000 460_1000 462_1000 464_1000 467_1000 479_1000 483_1000 484_1000 485_1000 514_1000 523_1000 582_1000 (1) 582_1000 589_1000 591_1000 595_1000 604_1000 606_1000 804_1000 810_1000 812_1000 818_1000 819_1000 821_1000 825_1000 999_1000

Morena caseira

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MESTIÇA GOSTOSA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

TRANSPARENTE

Este slideshow necessita de JavaScript.

Oi! Antes de mais nada, esse não é um conto erótico propriamente dito e sim um desabafo de uma mulher confusa! Meu nome é Daiane, tenho 31 anos, sou dentista. Sou casada com Fernando, 33 anos, médico! Somos casados há mais de 3 anos, mas no final de 2011, nosso relacionamento estava muito desgastado, praticamente não havia mais sexo entre nós, só conversávamos para brigar. Até que, 2 dias após o Natal, saí com uma amiga minha para curtir um barzinho. Lá, conheci o Leandro, um rapaz mais novo, de 25 anos, um bom papo, curti muito ele. E aí é que mora o problema. Como pode, eu amando o meu marido, me interessar por outro? A partir daí, comecei a me afastar de Fernando, até que, no dia 2 de Janeiro já deste ano, resolvemos dar um tempo, pois nossa relação estava totalmente insuportável. Nesse mesmo dia, o Leandro me ligou, me convidando para sair e, uma vez que eu estava dando um tempo, resolvi aceitar. Ele me buscou em casa e me levou direto para o melhor motel de minha cidade. Nossa… e ele me levou às nuvens. Nunca pensei que pudesse sentir o que senti com ele naquele motel. O pênis dele, em grossura, era o dobro do pau do meu marido. Sentir um pau grosso invadindo a minha bucetinha apertada foi a melhor experiência sexual que vivi. Além disso, ele transou comigo durante a noite quase inteira, coisa que meu marido nunca fez. Ficamos saindo quase todos os dias nessa semana, sempre ele me levando ao motel e me comendo deliciosamente. Quando eu estava sozinha em casa, sentia muitas saudades de Fernando. Mas quando estava com Leandro, nem lembrava direito dele. Teve uma vez que ele estava metendo bem gostoso em mim, quando recebi um torpedo do Fernando dizendo que sentia saudades de mim, que não podia viver sem mim… e assim também eu me sentia. Mas naquele momento, só queria saber da pica do Leandro me arrombando. Ele me viciou em sexo e eu não sabia o que fazer… Ficamos separados por exatos 6 dias e, nesse intervalo, transei várias vezes com o Leandro. Mas o meu amor por Fernando falou mais alto e resolvi voltar pra ele, com a promessa feita a mim mesma que nunca iria traí-lo. Nossa vida sexual melhorou muito, muito mesmo… Mas, como a carne é fraca, 1 semana depois, durante um plantão noturno de meu marido, Leandro apareceu na minha vida de novo e não consegui resistir. Novamente, dei pra ele maravilhosamente, sentir aquele pedaço de carne grosso dentro de mim me fez me sentir a maior das putas, mas foi delicioso! Pois então, 1 semana após essa traição, eu estava no facebook de meu trabalho conversando com minha amiga, que sabia de minha traição e conhecia o Leandro… falava a ela que estava com saudades de transar de novo com ele, que estava com muita vontade de te-lo de novo entre minhas pernas… mas o que eu não sabia é que tinha deixado o facebook em meu laptop aperto e meu marido estava lendo todas as minhas confissões. Quando cheguei em casa, ele estava aos prantos, disse que leu tudo e que queria saber o que tinha acontecido… confessei tudo e disse que o amava acima de tudo, mas o fato de ele ter me deixado em segundo plano me fez desejar outros homens e eu havia me viciado no Leandro. Ele pediu para que eu nao me separasse dele, pois durante o nosso tempo, ele sofreu muito (e eu também, apesar de ter gozado horrores). Disse a ele que não amava o Leandro (o que é a pura verdade), eu sentia apenas um desejo sexual quase que incontrolável. Ele, então, pediu para que eu nunca mais o traísse e que, sempre que eu sentisse vontade, contasse a ele que a gente resolveria isso juntos… desde então, nossa vida sexual ficou intensa… ele me come quase todos os dias, me trata como uma puta na cama e o Leandro, vendo que eu não mais o procurava, nunca mais me procurou também… mas confesso que, tem dias, que morro de vontade de sentir aquela vara grossa dentro de mim de novo… só que não quero trair meu marido novamente. O que eu faço? Gostaria de conversar com alguém que esteja vivendo algo parecido com essa história.

LOIRA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.